Santander adquire 80% da consultoria WayCarbon, líder em ESG e com sede no Brasil

Presente em 18 países, a empresa conta com um quadro de 180 funcionários e assessora agentes públicos e privados em projetos de sustentabilidade há 15 anos

O banco Santander anunciou nesta terça-feira, 8, a aquisição de 80% da consultoria WayCarbon, líder em ESG (sigla em inglês para práticas ambientais, sociais e de governança) e com sede no Brasil. O valor do negócio não foi revelado. A transação deve ser concluída no segundo trimestre deste ano. 

A WayCarbon assessora agentes públicos e privados em projetos de sustentabilidade, há 15 anos. Seu negócio está ancorado em três frentes principais: consultoria ESG; software de gestão para apoiar a implementação de estratégias sustentáveis e o comércio de crédito de carbono. A consultoria está presente em 18 países e conta com um quadro de 180 funcionários. A expectativa do Santander, apurou o Estadão, é que o negócio dobre de tamanho nos próximos dois anos.  

Santander
Santander comprou 80% da consultoria WayCarbon, especializada em projetos ESG Foto: Santander/Divulgação

Esse crescimento será possível por conta da internacionalização do negócio. Apesar da WayCarbon ser brasileira, o negócio não foi fechado pela subsidiária do banco no País, mas pela matriz espanhola. A ideia do Santander é que exista uma sinergia grande entre as atividades da consultoria com o banco, especialmente na área do agronegócio. 

A instituição também se baseia no potencial do crescimento do mercado voluntário de carbono, que atende à demanda de créditos para empresas que decidem neutralizar as suas emissões de maneira voluntária. A expectativa é que esse mercado salte de 200 milhões de toneladas registradas no ano passado para algo em torno de 350 a 400 toneladas. Com o braço do agronegócio, o Santander também poderá estimular a geração de crédito de carbono voluntário dos seus clientes e oferecer isso para grandes multinacionais, que também são parceiras do banco. 

ESG

Não à toa, o Santander afirma que a aquisição da WayCarbon é um passo importante para apoiar seus clientes ao redor do mundo sob a ótica da sustentabilidade e transição energética. Ajudará ainda, acrescenta, ao próprio conglomerado espanhol a evoluir nas questões ESG.”Este acordo ajudará a manter o Santander na vanguarda”, afirmou o diretor global de Corporate & Investment Banking do Santander, José M Linares, em nota. 

Já o CEO da WayCarbon, Felipe Bittencourt, disse que o acordo com o Santander vai ajudar na expansão global do negócio, com produtos e serviços especializados para uma gama maior de empresas nos dez principais mercados na Europa e nas Américas. 

No comunicado, o Santander informou pretende levantar ou facilitar € 120 bilhões em financiamento verde entre 2019 e 2025 e € 220 bilhões até 2030 como parte de sua agenda ESG. A aquisição da WayCarbon, conforme o conglomerado espanhol, está sujeita às condições de fechamento, e terá um “impacto insignificante” no capital do grupo e “proporcionará um retorno sobre o capital investido de 30% a 50% de três a quatro anos”. 

Segundo apurou o Estadão, para alcançar esses números o Santander entende que a WayCarbon deve continuar tendo uma gestão independente. A atuação do banco será somente no conselho administração e também auxiliando na gestão financeira do negócio. 

Fonte: Estadão

Gostou do conteúdo? COMPARTILHE!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email