Meta divulga tendências de comportamento do consumidor em 2022

Relatório traz dados inéditos que analisam temas populares no Facebook e Instagram

Nesta quinta-feira (17), a Meta divulgou o Culture Rising: Relatório de Tendências de 2022, estudo inédito conduzido pela equipe de pesquisa de marketing e insights da Meta, Facebook IQ, sobre as principais mudanças na sociedade e na cultura que estão moldando o futuro das compras e do comércio.

A pesquisa revela conversas que ganharam força no Facebook e Instagram e é baseada na análise de mais de 600 mil tópicos de conversação únicos e uma pesquisa com 36 mil pessoas que utilizam essas plataformas. 

Confira os principais tópicos do estudo:

  • As marcas abraçarão mais abertamente o ativismo, fazendo parcerias com comunidades relevantes e usando suas vozes para amplificar o orgulho, incentivar a aceitação e impulsionar mudanças reais: globalmente, 47% dos entrevistados dizem que a sociedade é mais inclusiva agora do que há um ano, especialmente a Geração Z Millennials. Mais do que nunca, as pessoas estão falando abertamente sobre orgulho LGBTQ+, Mês da Consciência Negra e outras celebrações culturais.
  • As lojas físicas tradicionais adotaram um modelo híbrido que integra mais fortemente o digital com o presencial, à medida que as compras em loja retornam ao mesmo tempo em que o comércio eletrônico continua forte. 
  • Compras instantâneas: houve um grande aumento nas compras on-line, no uso de aplicativos de varejo, na retirada em loja e no uso de QR code. Os grupos mais abertos a novas experiências de compras são os pais, grupos de maior renda, casais e mulheres.
  • Crescimento das buscas por assuntos e hashtags:
    • QR Code (FB): +223%
    • #LiveShopping (IG): +90%

Empreendedorismo online

O empreendedorismo online também ganhou importância, principalmente após a chegada da pandemia, em março de 2020. Pequenas e médias empresas passaram a olhar para as plataformas sociais como alternativa segura para chegar aos clientes e também para vender mais.

O e-commerce se tornou fundamental na luta pela sobrevivência e muitas empresas não só continuaram com as portas abertas, como também aumentaram o faturamento por conta do uso das ferramentas digitais.

Segundo o Relatório de Tendências 2022, 69% das pequenas e médias empresas em todo o mundo relataram que as ferramentas digitais impactaram positivamente seus negócios durante a pandemia. Como consequência, a atenção sobre o marketing digital e as redes sociais ganhou relevância, como se pode ver no aumento das buscas por temas relacionados: 

Assuntos e hashtags que mais tiveram crescimento de busca no último ano:

  • Marketing Digital: +79% globalmente no Facebook
  • Empreendedorismo: +56% globalmente no Instagram (vs. 87% no Brasil)
  • Mulheres empreendedoras: +54%globalmenteno Facebook

Confira o relatório completo aqui.

Gostou do conteúdo? COMPARTILHE!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email